Pista sintética de atletismo será o legado dos JASC

Um dos grandes legados dos Jogos Abertos (JASC) para a cidade de Caçador será a pista sintética de atletismo, um projeto moderno e inovador que poucas cidades do Estado possui.

Os gastos com a pista sintética será em torno de R$ 1,4 milhão, que inclui ainda arquibancada e vestiários. Com isso, Caçador entrará no seleto grupo de municípios que dispõem de pista sintética, se juntando assim a Blumenau, Itajaí, Jaraguá do Sul e Florianópolis.

A Comissão Central Organizadora (CCO) dos JASC trabalha com a data de 7 de setembro para entregar a obra para ser usada pelos atletas. Mas, segundo Enemir Corozola, secretário de cultura, esporte e turismo de Caçador, todo o complexo só ficará pronto em 2019. “A partir do ano que vem faremos novas melhorias, como a parte de jardinagem, por exemplo”, enfatiza.

Por conta também dos JASC a CCO trabalha na restauração do Ginásio de Esportes “Ney Douglas Belo”, conhecido como ginásio estadual.  Para a presidente da Fesporte, professora Natália Lúcia Petry, quem ganha com a aquisição de um ginásio repaginado e uma nova pista de atletismo é a sociedade catarinense. “Nosso estado já é referência nacional no esporte e quando conseguimos novos espaços esportivos estamos oportunizando novas a pessoas a entrarem no esporte”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s